Como Treinar o Seu Dragão

Posted: 26 de dez de 2010 by leo in Marcadores:
8


Soluço é um jovem bastante sarcástico,que volta e meia bate de frente com seu pai,Stoico,o chefe da tribo local.Quando entra para o treino com dragões,juntamente com outros jovens vikings,Soluço acredita ser esta sua grande chance de provar que pode ser um grande guerreiro.Só que seu mundo vira do avesso ao se tornar amigo de um dragão ferido.

Quando fui assistir a Como Treinar Seu Dragão,fui sem expectativa alguma e tinha até me privado de ler críticas,mas alguns comentários no twitter me aguçaram bastante a curiosidade pra assistí-lo e simplesmente assisti sem alguma expectativa maior.E se todo filme que assisto fosse uma surpresa boa como essa,seria uma pessoa mais feliz.
Como Treinar seu Dragão é o filme da Dreamworks que possui o melhor roteiro da produtora,a delicadeza e a simplicidade que o roteiro trata a relação de Soluço com o dragão é belíssima e interessantemente a grande força do roteiro do filme está na beleza e no simbolismo de suas cenas,como a incrível cena em que Soluço encosta no rosto do dragão (uma das grandes cenas do ano) é de uma beleza única.Pra muitos o momento em que o roteiro se torna esquemático pode incomodar,mas pra mim funcionou ainda mais pra um melhor entendimento do filme.

Tecnicamente Como Treinar seu Dragão também é um diferencial,quando numa animação uma fotografia se sobressai é porque ela é ótima e a trilha sonora poderosa e certeira de John Powell.
Mas o filme não é de todo perfeito,mesmo que o incrível roteiro se esforce,o grande pecado do filme é justo onde nenhuma animação deve errar,no carisma de seus personagens.
A Dreamworks costuma fazer o contrário roteiros desinteressantes e personagens divertidíssimos,mas aqui isso falha,nenhum dos personagens lhe atrai atenção suficiente pra torcer por eles (nem mesmo o dragão) e Kung Fu Panda é um exemplo concreto de como a Dreamworks é capaz de fazer filmes de ótimos roteiros e personagens inesquecíveis.

Por fim Como Treinar seu Dragão é ótimo,mas onde simplesmente devia acertar,erra feio,mas como disse,felizmente o roteiro está aí pra preencher qualquer falha grande,recomendo muitíssimo.


Nota:8.5/10

Sinopse Retirada do Site Adoro Cinema

Como Treinar o Seu Dragão (How to Train your Dragon,2010)
Diretor:Dean DeBlois,Chris Sanders
Roteiro:William Davies,Dean DeBlois,Chris Sanders
Elenco:Jay Baruchel,Gerard Butler,Craig David,America Ferrera,Jonah Hill,Christopher Mintz Plasse,T.J Miller,Kristen Wiig,Ashley Jensen

Reino Animal

Posted: 19 de dez de 2010 by leo in Marcadores:
8


O filme conta a história de Joshua,jovem de 17 anos que perde a mãe e sua única saída é viver na casa de sua avó com os seus tios,o grande problema é que todos os seus tios são criminosos e de temperamento explosivo.Um detetive decido lutar com todas as suas forças para retirar esse jovem desse ambiente e salvá-lo de um futuro sombrio.

Como na maioria das vezes,assisti Reino Animal movido ao hype,mas dessa vez o hype era formado em cima da atuação de uma coadjuvante (coisa que dificilmente acontece),mas o fato é que os comentários sobre a atuação são merecidos,mas já o filme tem suas ressalvas.
Reino Animal tem um roteiro denso e muitíssimo interessante e a metáfora óbvia que o filme se baseia é incrivelmente bem utilizada e aproveitada pelo roteiro,aliás,o que sobrevive costuma ser o mais esperto,ao menos essa é a teoria que o roteiro defende.
Infelizmente,acredito que todo o bom trabalho de David Michôd se limitou somente ao roteiro,já que sua direção é falha na tentativa de criar algo tenso,na maioria das vezes se pareceu vazio,certas vezes até desconexas e desnecessárias,mas é impossível não reconhecer todo o charme de certas cenas (principalmente as mortes,destacando a final) e com a ajuda da simples e eficiente fotografia de Adam Arkapaw se tornam ainda mais belas e cruas.

Em termos de atuações,a necessidade de atuações bastante certeiras e fortes eram evidentes pelo poder que toda a trama do filme carregava e é justamente no elenco que está o grande lado positivo do filme.James Frecheville é um nome a se guardar,o ator consegue fazer a transferência de vulnerabilidade e instinto de sobrevivência que o seu personagem necessita e faz de forma natural,sem nunca parecer forçado ou sequer desinteressante,Jacki Weaver tem todos os olhos pra si em cima de sua decisiva e importante atuação pra todo o contexto da trama,sua personagem é o elo que une,mantém de pé e contém os nervos de todos os elementos de uma família problemática e a naturalidade de sua atuação é impressionante,definitivamente,Jackie merece todos os prêmios que está sendo indicada.Mas no elenco não somente Jackie merecia grande reconhecimento,o ator Ben Mendelsohn tem uma atuação muitíssimo singular,que equilibrava a loucura e a explosão em questões de segundo,atuação impressionante.

Por fim Reino Animal é um bom filme que poderia muito bem ser inesquecível,mas com a falta de tensão que o filme merecia acabou se tornando somente mais um,mesmo tendo bastante material necessário.


Nota:7.5/10 Sinopse retirada do site Cine Players

Reino Animal (Animal Kingdom,2010)
Diretor:David Michô
Roteiro:David Michôd
Elenco:Ben Mendelsohn,Joel Edgerton,Guy Pearce,Luke Ford,Jackie Weaver,Sullivan Stapleton,James Frecheville

Melhores Músicas de 2010

Posted: 15 de dez de 2010 by leo in Marcadores:
9


Fim de ano,e nós (ao menos eu) blogueiros começamos a estipular diversas listas,algo que podemos fazer pra unicamente enriquecer o blog de posts ou assim como eu fazer por puro prazer.Pra início de conversa devo dizer que faço a lista em base a músicas que me interessam e que me agradam e claro não fiz um estudo mais profundo sobre as músicas que foram lançadas no ano,ou seja,se você achar a lista limitada,ela realmente está,então,vamos a lista:


20° Lady GaGa feat Beyoncé - Telephone / Aliás quem disse que a letra precisa fazer sentido pra música ser boa.

19°Kylie Minogue - Get Outta My Way / Porque chiclete de qualidade,só Sra.Minogue sabe fazer.

18°Ellie Goulding - Starry Eyed / Se Ellie tem voz irritante,eu sinceramente não sei,mas que essa música é impecável,AH ISSO É.

17°Marina and the Diamonds - Obssessions / E isso é pra mostrar que o brega também é bom e sempre que ouço a música,vejo um filme.

16°Sia - I´m In Here / A tristeza da voz de Sia nos faz se aproximar e não querer parar de ouvir nunca essa música.

15°Duffy - Endlessly / A voz extraordináriade Duffy faz uma bela e simples música,virar algo extremamente grandioso.

14°Vampire Weekend - Cousins / Viciante até o fim.

13°Kate Nash - Pickpocket / Além da letra ótima e do ritmo que dá vontade de nunca mais parar de ouvir,os vocais de Kate é algo fora do normal.

12°Robyn - Hang With Me / Robyn canta de forma divina como o casual pode ser mais interessante que o relacionamente sério.

11°Arcade Fire - Modern Man / E o Arcade Fire retrata de forma impecável como uma pessoa diferente pode ser mal entendida,no caso um homem moderno que cabe extremamente perfeito em todo o contexto do álbum.

10°Janelle Monaé - Cold War / Monaé ta aí pra dizer que se quer safadeza,saiba que a guerra não será nada fácil,NADA.

9°CeeLo Green - Fuck You / Enquanto Janelle manda o aviso,com CeeLo não tem meio termo,manda logo um direto.

8°Robyn - Dancing on my Own / Mas Robyn,sofre e sofre calada e ainda existe gente que contesta que a música dor de corno não é incrível e preciso dizer novamente,o poder da voz de Robyn impressiona.

7°Arcade Fire - We Used to Wait / A Melhor letra de The Suburbs se une com o melhor ritmo e resulta numa das melhores músicas do Arcade Fire,GENIAL.

6°I Blame Coco - Selfmachine / Ritmo delicioso,letra incrível e metáforas muitíssimo bem usadas e se Sting não tá sentindo orgulho,pode se matar.

5°Mark Ronson and the Business Intl - Somebody to Love Me / Letra incrível,batida irresistível e se você não sente vontade de dançar,reveja o conceito de música dançante.

4°Erykah Badu - Window Seat / que Erykah é incapaz que cantar algo ruim isso todo mundo sabe,mas quando ela resolve fazer algo triste ela extrapola e QUE VIDEOCLIPE,que videoclipe.

3°Janelle Monaé - Tightrope / Enquanto Somebody To Love Me é um convite a dança,Tightrope é uma obrigação e Janelle tem uma voz e uma presença de palco de invejar quem acha que pode.

2°Kanye West feat Dwele - Power / Título extremamente autoexplicativo,e essa dupla West e Dwele devia ser constante,porque sai cada coisa genial.

1°Mark Ronson and the Bussiness Intl - The Night Last Night / Sabe quando a música te faz perder o fôlego e te faz pensar durante minutos após o seu fim,sempre acontece quando ouço essa coisa maravilhosa,Mark Ronson é GENIAL e impressionante a capacidade de tirar algo extremamente pessimista de um ritmo tão esperançoso,INCRÍVEL.


Outras Considerações

Melhor Álbum : The Suburbs - Arcade Fire
Melhor Artista Descoberto Tardiamente : Sia
Melhor Redescoberta : Adele
Guilty Pleasure do Ano : Katy Perry - California Gurls/Mike Posner - Bow Chick Wow Wow
Melhor Cover : Rebecca Ferguson - I Can´t Get No
Maior Decepção : Alicia Keys e a bosta do Element of Freedom
Pior Álbum : Nicki Minaj e aquilo lá
Pior Música : Lady Antebellum - Need You Now
Maior FAIL da música no ano : O videoclipe de Alicia Keys e Beyoncé que ninguém viu.

Então é isso,até a próxima.

Minhas Mães e Meu Pai

Posted: 12 de dez de 2010 by leo in Marcadores:
9


Dois irmãos adolescentes,Joni e Laser,são filhos do casal homossexual Jules e Nic,concebidos através da inseminação artificial de um doador anônimo.Contudo,ao completar a maioridade,Joni encoraja o irmão a embarcar numa nova aventura para encontrar o pai biológico sem que as "mães" soubessem.Quando Paul aparece tudo muda,já que logo ele passa a fazer parte do cotidiano da família.

Assim que fiquei sabendo da existência de Minhas Mães e Meu Pai,era impossível não criar grandes expectativas,duas das minhas atrizes preferidas como casal,um ator incrível e duas das boas promessas pro cinema futuramente e daí surgiu a enorme curiosidade,e ao assistir ao filme,tirei a conclusão que Minhas Mães e Meu Pai é o 500 Dias com Ela de 2010.
Faço a comparação com 500 Dias com Ela,porque a decepção com Minhas Mães e Meu Pai foi tão grande quanto ao filme de Marc Webb,o roteiro e a direção falham em conjunto,se o roteiro já é superficial e sem graça,a direção de Lisa Cholodenko é incrivelmente incompetente que não se preocupa em ousar e nem dá a mínima personalidade em algo que poderia ser interessante.

No elenco,como disse,era altamente interessante aos meus olhos,ao menos nem todos decepcionam,Annette Benning salva boa parte do filme interpretando com delicadeza a única personagem que o roteiro parece ter tido um pouco de cuidado ao ser escrito,Julianne Moore também está ótima no papel de Jules e mostra como é talentosa ao fazer algo bem feito com uma personagem mal escrita e irritante,ainda temos Mark Ruffalo que gasta todo o talento em um personagem (assim como o de Julianne Moore) mal escrito e que necessidade doida de mostrar que ele é um cara bacana.Ainda no elenco temos os coitados e bem intencionados Josh Hutcherson e Mia Wasikowska,acho incrivelmente desrespeitoso dar tanto airtime ao amigo de Laser e logo após desaparecer com o personagem e pior também tiveram a sem vergonhice de sabotar o personagem de Hutcherson,Mia Wasikoswka faz o possível e até tem uma atuação bastante satisfatória,felizmente a primeira vez que a atriz faz jus a sua performance arrebatadora de In Treatment.

Por fim Minhas Mães e Meu Pai é absurdamente decepcionante,desleixado e nem um pouco corajoso,mas vale pelo esforço que os atores fazem.


Nota:6/10

Sinopse Retirada do Site Adoro Cinema

Minhas Mães e Meu Pai (The Kids Are All Right,2010)
Diretor:Lisa Cholodenko
Roteiro:Lisa Cholodenko e Stuart Blumberg
Elenco:Annette Benning,Julianne Moore,Mark Ruffalo,Mia Wasikowska,Josh Hutcherson,Yaya da Costa

Scott Pilgrim contra o Mundo

Posted: 4 de dez de 2010 by leo in Marcadores:
7


Scott Pilgrim é um jovem de 22 anos que mora com o melhor amigo gay Wallace Wells,foi quando numa festa Scott conhece Ramona Flowers,a mulher de sua vida.Mas pra conseguir ficar com a mulher de sua vida Scott precisa enfrentar os 7 maléficos ex-namorados de Ramona.

Eu nunca tinha assistido a trailers e nem mesmo sabia da existência de HQ de Scott Pilgrim contra o Mundo,mas o hype (sempre ele) existe pra nos deixar curioso por tal obra,sem contar que muitos o comparavam a Kick Ass,por ser baseado em HQ e pela irreverência que retrata os fatos no decorrer do filme.
O roteiro do filme é virtuoso,divertido e apresenta fatos simples da vida de Scott de forma interessantíssima,e o fato do filme ser bastante fiel ao HQ me alegra ainda mais,sem contar que a história de amor de Scott e Ramona é madura e sem superficialidade (mesmo que seja de forma pode-se dizer banal),é uma simples história de amor.
A direção ficou na responsabilidade de Edgar Wright,simplesmente o cara que fez a melhor comédia da década passada (leia-se Todo Mundo Quase Morto ou Chumbo Grosso,fica a seu critério escolher),e concerteza se não fosse Wright,todo o bom trabalho do roteiro iria por água abaixo e com tanta freneticidade no decorrer do filme iria acabar cansando,mas estamos falando de Edgar Wright.

Tecnicamente o filme tem vários pontos positivos a direção de arte é caprichada,a fotografia é simples mas chama atenção e se os efeitos especiais não são tão satisfatórios,é porque faz parte da bela homenagem aos games,a edição de Jonathan Amos e Paul Machliss acompanha perfeitamente a direção.Mas quem chama totalmente atenção pela parte técnica,é a maravilhosa e divertidíssima Trilha Sonora feita por Nigel Godrich.
Na área de atuação que tem uma das maiores tragédias do filme,a escolha de Michael Cera pra interpretar Scott Pilgrim foi sim ótima,ele tem tudo a ver com a personagem e a vibe "sou nerd" que o ronda combina com o papel,mas a incompetência do ator é tanta que Scott Pilgrim acaba se tornando um personagem sem graça,assim como o ator.Mas podemos perdoar com a quantidade de boas participações especiais incluindo Chris Evans,Brandon Routh,Satya Bhabha,Mae Whitman e Jason Schwartzman,sem contar que Mary Elizabeth Winstead dá o tom perfeito a Ramona.Mas quem rouba totalmente a cena em Scott Pilgrim é Kieran Culkin que mistura,a responsabilidade de "tomar conta" de Scott e a o tom irônico ideal pra compor o personagem,atuação que merece um reconhecimento.

Por fim Scott Pilgrim contra o Mundo é um ótimo filme,divertidíssimo,e que se não fosse pelo protagonista seria ainda melhor e pode ser tudo,mas melhor que Kick Ass não.


Nota:9.5/10

Scott Pilgrim contra o Mundo (Scott Pilgrim vs the World,2010)
Direção:Edgar Wright
Roteiro:Michael Bacall,Edgar Wright
Elenco:Michael Cera,Mary Elizabeth Winstead,Kiera Culkin,Anna Kendrick,Brie Larson,Allison Pil,Mark Webber,Ellen Wong,Aubrey Plaza,Satya Bhabha,Brandon Routh,Chris Evans,Mae Whitman,Jason Schwartzman,