A Beterraba - Momentos do Cinema

Posted: 5 de jul de 2012 by leo in
1

Acompanho o blog Through the Frames a um bom tempo e há algumas semanas,@_Ana_C criou uma série de posts entitulado Antologia TTF e pensei,porque não fazer igual?E cá estou eu,decidi me desafiar e cumprir a tarefa (quase impossível) de escolher não as melhores,mas aquelas que mais me marcaram e que pude presenciar,repetindo,são cenas de gosto pessoal,se acha que tem algo errado nelas,eu num posso fazer absolutamente nada,e eu não preciso nem avisar que após o pulo tá lotado de Spoiler né.



Jogo de Cena (Entrevista de Andréa Beltrão)

Jogo de Cena além de ser um dos melhores filmes nacionais já visto,é um dos meus filmes favoritos.O filme é repleto de cenas e histórias marcantes e a história contada por Beltrão é dramática como qualquer uma das outras do filme,a grande diferença é que a atriz na maior da naturalidade nos mostra o quão complicado é compor um personagem,a atriz simplesmente não consegue conter o choro enquanto a própria mulher que conta,não chora em momento algum.


As Pontes de Madison (O Semáforo)
Meryl Streep nasceu pra fazer escolhas difíceis,não assisti a de Sofia,mas assisti a de Francesca e sofri,a personagem tinha dois argumentos válidos e sofreria consequências eternas por qualquer fosse sua escolha,mas a escolha e a consequência são empecilhos dadas a situação desesperadora da personagem,numa das cenas mais difíceis já vistas em um romance.


Dançando no Escuro (Bill rouba Selma)
No caso de Dançando no Escuro,além de ser uma cena desesperadora é uma cena revoltante,Lars Von Trier neste filme,filma o que o pior que a humanidade pode fazer,traição de confiança,o que torna a cena ainda mais indigesta são as situações em que vive Selma (vivida perfeitamente pela incrível Björk),ao assistir a cena traz um amontoado de sentimentos,indescritível (a cena não é exatamente essa,mas como não consegui achar,fiquem com essa mesmo).


Kill Bill Vol.1 (A Noiva vs The Crazy´88)
Um dos momentos mais impressionantes da carreira de Quentin Tarantino,a freneticidade dos acontecimentos,a trilha sonora extraordinária,a coreografia milimetricamente perfeita e sangue,muito sangue,na mais divertida das cenas de Kill Bill,no melhor dos capítulos de uma das vinganças mais gostosas de se assistir do cinema.


Closer (Julia Roberts e Clive Owen terminam)
Como quem me conhece sabe que Closer é um dos meus favoritos e Mike Nichols também e aqui o cara pega pesado,literalmente.Numa das cenas de fim de relacionamento mais pesadas,Larry pergunta e Anna responde,o que parece ser uma briga comum é elevadas a níveis inimagináveis de desgraça quando somos testemunhas de tamanhas ofensas vinda de ambas as partes,Julia Roberts e Clive Owen (principalmente) dando um show de atuação.


Missão Madrinha de Casamento (Duelo de Discursos)
Podem achar exagerado,mas Missão Madrinha de Casamento só não é minha comédia preferida por motivos de assistir um Ferris Buller em seu caminho.Nessa cena,me arrisco a dizer que temos o auge de Kristen Wiig e Rose Byrne,as duas estão absolutamente impagáveis,a tentiva mais desconfortável de chamar atenção de alguém no mundo e a troca de olhar imposta por Annie é impossível não cair no riso sem parecer ridículo.


A Primeira Noite de um Homem (Cena Final)
O final de A Primeira Noite de um Homem é de enlouquecer de tanto fazer pensar,discutir,brigar.A intenção era de um final feliz,mas realmente foi um final feliz? Um filme que mostra evidencia durante todo ele a inexperiência de um jovem recém formado perante a vida real,que como trilha sonora tem uma música que começa com "Hello Darkness,My Old Friend",será que foi realmente o melhor a se fazer,simplesmente roubar a mulher "amada" dentro do seu casório e fugir da cidade e já no ônibus ter toda a sociedade te julgando por um ato sem pensar.


O Poderoso Chefão:Parte II (I Knew It Was You Fredo)
Uma das frases mais antológicas da história do cinema e o beijo mais mortal,até mesmo porque cada um lida da forma que prefere a traição dentro de sua própria família e Al Pacino é gênial.


Cidade de Deus (Castigo Caixa Baixa)
Mesmo que eu não seja daqueles que acha Cidade de Deus o melhor filme nacional de todos os tempos,reconheço que é um filme e tanto,com repletas cenas excepcionais,atuações digníssimas e qualidades irrepreensíveis,mas a mais marcante de todas é o castigo que Zé Pequeno deu aos integrantes (que não conseguiram fugir) da Caixa Baixa,a cena é impressionante por dois fatores.O primeiro é a realidade extremamente crua da cena e o outro é pelas escolhas dos atores,excelentes passando verdade numa facilidade impar,simplesmente incrível.


Faça a Coisa Certa (Love-Hate)
Mais um do meu top 10,nesse Spike Lee como infelizmente é natural o preconceito na sociedade e mostra como o natural é um argumento mais cômodo sobre o preconceito.Radio Raheem é a maior vítima dele e como um prelúdio daquilo que vai lhe acontecer,Lee nos presenteia com essa cena maravilhosa que é uma das mais bonitas e bem feitas que já assisti.


Bastardos Inglórios (Cena Inicial)
E novamente Tarantino,esqueça a freneticidade de Kill Bill,aqui a coisa é bem mais calma e muito mais assustadora de que na anterior,Hans Landa é o medo,a morte e a desgraça em carne e osso e Christoph Waltz não precisou de outra cena pra vencer um Oscar,apenas brilhante.


Requiém para um Sonho (Sequência Final)
Réquiem para um Sonho é o filme que faz parte da curta lista que eu nunca irei rever novamente,nunca me senti tão cansado ao somente assistir algo do que a este filme.A cena final é a mais triste que já vi,daqueles que não se consegue enxergar sequer um pontinho de luz no fim do túnel,impressionante como um jogo de lanternas pode causar tantas náuseas,não há nada mais desolador que a última cena de Jennifer Connelly no filme,na mesma proporção que é incrível é devastadora. (a cena certa aqui)


Toy Story 3 (Andy se despede de seus brinquedos)
Não dá,simplesmente não dá pra assistir a despedida de Andy dos seus brinquedos sem chorar,tipo de cena (e de filme) que te dá vontade de ir à caça de todos os seus bonecos e carrinhos e se perguntar "porque não me despedi com dignidade" (cena completa)


Agnes de Deus (A Descoberta)
No caso de Agnes de Deus,não possui a cena pelo motivo do filme ser praticamente impossível,tanto pra download quanto pra locação,o importante é que eu assisti (e que vocês deviam realmente tentar) e o filme é surpreendentemente lindo,a cena em que é colocado todo o mistério em pratos limpos é de deixar boquiaberto,Meg Tilly dando uma aula de interpretação e novamente peço encarecidamente,assistam ao filme.


Filhos da Esperança (Plano Sequência da Fuga)
Filhos da Esperança é um filme lotado de planos sequências impressionantes,mas a do carro é fora do normal de tão boa,somente na cena é perceptível toda a urgência da situação passada por todos aqueles que estão dentro do carro e ao mesmo tempo passa a urgência de todos aqueles que perseguem,lindo ao extremo. (a cena)


Rede de Intrigas (I Am Mad as a Hell and I´m Not Going to Take This Anymore)
Em seu melhor filme Sidney Lumet enfia o dedo na cara do mundo cruel do jornalismo e em forma de protesto (revolta,cansaço) Howard Beale (Peter Finch apenas perfeito) o âncora do telejornal mais importante da tv americana,simplesmente surta e faz sua frase o assunto mais comentado em todo o país e a frase que todo trabalhador,estudante,dona de casa tem vontade de gritar quando chega ao limite da sanidade.


Quase Famosos (Wake Up!)
Já não estamos mais falando de Top 10,estamos falando de Top 3 entre os meus preferidos e impossível não colocar a cena em que me fez chorar,tipo de cena que você somente entenderá se você o assistiu e em seu final o olhar de Penny Lane (Kate Hudson de um jeito que nunca mais veremos) diz absolutamente tudo.


O Segredo dos Seus Olhos (O Elevador)
Em O Segredo dos Seus Olhos,uma simples e curta cena no elevador é o momento mais desesperador de todo o filme,o pânico no rosto de Irene é o mesmo no rosto de qualquer um que assiste cena tão sútil e intrigante.


Ligações Perigosas (Cena Final)
Somente pra esclarecer,a lista acima não se tratava de uma lista em ordem de preferência,mas abri uma excessão e resolvi deixar a minha cena preferida da história do cinema.No fim de Ligações Perigosas temos a desconstrução de um caráter milimetricamente construído,tudo é tão perfeitamente filmado por Stephen Frears,as vaias,o tropeço,o grito de desespero e uma das atuações mais perfeitas da espetacular Glenn Close.


E assim,termina a 1° parte do A Beterraba,até a próxima com os 20 episódios preferidos e novamente,obrigado a @_ana_c

1 comentários:

  1. Assista A Escolha de Sofia...imperdível.