Abutres

Posted: 14 de jan de 2011 by leo in Marcadores:
12


Sosa é um "urubu",um advogado especializado em acidentes rodoviários.Todos os dias ele vai aos locais de acidente,aos setores de emergência dos hospitais e às delegacias procurando clientes.Seu trabalho é lidar com as testemunhas,policiais,juízes e companhias de seguro.Mas o que seus clientes não sabem é que a agência para a qual trabalha está envolvida em esquemas de corrupção e desvio de dinheiro.Quando se apaixona pela jovem paramédica Luján,Sosa decide se aposentar do trabalho sujo e viver ao lado dela.

Em tempos de fim de ano,a Sociedade Brasileira de Blogueiros Cinéfilos envia as cédulas de votação para o Blog de Ouro no presente ano e senti que faltava certas produções bastante elogiadas pra votar nas categorias com um pouco mais de conhecimento e variedade e Abutres foi um filme que entrou nessa pequena lista de escolha e me surpreendi muitíssimo.
O roteiro e a direção de Abutres é assinada por Pablo Trapero e provavelmente por esse motivo,o projeto foi conduzido com tamanha autenticidade,o filme parte de uma premissa simples e se torna algo extremamente grandioso,confesso que todo o processo de mudança,no meio do caminho havia passagens um tanto cansativas,mas de fato,nada que atrapalhasse a boa desenvoltura da trama.A direção segura de Trapero nos mostra uma tensão impressionante,sem momento algum parecer forçada e o que dizer da extraordinária (e previsível,sim confesso) sequência final,na tal sequência,nos prova como é competente e merece um reconhecimento que não tem.

Em termos de atuação o filme é praticamente todo conduzido pela dupla de protagonistas,Ricardo Darín como sempre faz bonito,muito bonito,já se tornou clichê,mas é sempre válido elogiar sua espetacular naturalidade ao encarar qualquer tipo de personagem,intenso quando necessário e sereno quando necessário,mas sem nunca perder a verdade da atuação.Já Martina Gúsman está ótima em cena,é fácil a percepção de infelicidade sobre sua atual situação e o cansaço de sua profissão.Algo que poderia se tornar negativo pro decorrer do filme é a necessidade de ter os protagonistas como casal e sem momento algum parecer forçado,o amor entre eles flui e o próprio amor entre eles se torna um personagem em paralelo no filme.

Por fim Abutres é um filme simples e ao mesmo tempo grandioso,com um pessimismo final parecido com o de O Escritor Fantasma e de um realismo impressionante,existe alguns problemas no roteiro que deixa certos assuntos subentendidos,mas se torna algo inútil quando se compara com a maestria de todo o resto,recomendadíssimo.


Nota:10/10

Sinopse Retirada do Site Adoro Cinema

Abutres (Carancho,2010)
Direção:Pablo Trapero
Roteiro:Alejandro Fadel,Martín Mauregui,Santiago Mítre,Pablo Trapero
Elenco:Ricardo Darín,Martina Gúsman

12 comentários:

  1. sou fã do cinema argentino e de Ricardo Darín. Ouvi muitos elogios desse filme e ainda não consegui assistir.

    Quero muito ver. Acho o cinema nacional nota 10. Mas, os longas argentinos (principalmente os que contam com Darin nota 11).

  1. Mais um bom texto mostrando como esse filme merece ser conferido, desse mês não passa! E também adoro Ricardo Darín! ABRAÇO

  1. Ah leo, preciso conferir este filme o mais rápido possível! Está sendo muito elogiado, deve ser mesmo mto bacana. Excelente texto!

    []'s

  1. Carancho realmente é ótimo! Prova mais uma vez a qualidade, a competência e a seriedade do novo cinema argentino.

  1. Pungente e corajoso, além de ser um habilidoso exercício de cinema, "Abutres" é um excelente filme cidadão e que se preocupa com fins sociais. Um achado! Trapero conduz com força e as atuações, como tu aponta, são mesmo demais. Já até posiciono Ricardo Darín como um dos melhores atores em atividade.


    abs!

  1. Kamila says:

    Tô com MUITA, mas MUITA vontade mesmo de conferir este filme!

  1. ABUTRES é tenso e até apaixonate! É um tipo de cinema para ser visto e mais apreciado.

    Os argentinos estão cada vez mais produzindo longas de primeira linha, e este filme é digno de estar entre os melhores do ano!

    Abs.
    Rodrigo

    Ótimo espaço cinéfilo!

  1. Wow... 10???

    Esse filme é ótimo mesmo. Tb acho que sempre devemos elogiar o Darin. O cara é FODA.

  1. Weiner says:

    Adoro o Ricardo Darín e o cinema argentino - soube que ele recusou recentemente um papel de traficante em Hollywood, temendo bancar o latino burro estereotipado. E fez muito bem, não? Só a Argentina mesmo para lhe arranjar grandes papéis. ADOREI "Abutres", todo o elenco está ótimo e realmente acabou sendo prejudicado na SBBC, já que foi lançado tão tardiamente. Poucos viram (eu, à época de enviar as cédulas, também não tinha visto).
    Abs!

  1. Ainda não vi Abutres, mas está na minha lista de prioridades. O cinema Argentino cresce com mais exuberância que o nosso!

    cultura na web:
    http://culturaexmachina.blogspot.com

  1. Quero muito assistir a esse filme. ;)

  1. Não daria dez.
    Há muito americanismo, no mau sentido, permeando a película. Algo que afligiu Campanela em "Segredo dos teus olhos". Trapero, sabemos, é mais do que isso - sua filmografia está aí para provar. Falta a sutileza e narrativa do cinema argentino, tipicamente de autor, a que fomos "mal" acostumados. Não fará falta este ano na disputa do Oscar.