Amor sem Escalas

Posted: 17 de jan de 2010 by leo in Marcadores:
2

Spoilers Abaixo

Ryan Bingham tem por função demitir pessoas.Por estar acostumado com o desespero e a angústia alheios , ele mesmo se tornou uma pessoa fria.Além disto , Ryan adora seu trabalho e sempre usa terno e uma maleta pra viajar por todo país.Até que seu chefe contrata a arrogante Natalie Keener , que desenvolveu um sistema de videoconferência onde as pessoas poderão ser demitidas sem que seja necessário deixar o escritório.Este sistema , caso seja implantado , põe em risco o emprego de Ryan.Ele passa então a tentar convencê-la do erro que é sua implementação , viajando com Natalie pra ver a realidade do seu trabalho.

Amor sem Escalas é um filme que tem a pura sorte de ter tido uma dupla de roteiristas absurdamente competentes , se não poderia muito bem cair no chato , e chato é uma palavra que o filme passa totalmente longe , com uma direção belíssima e um roteiro inteligentíssimo o filme entra na lista de um dos melhores do ano.
O filme trata de diversos temas interessantes como família (que sempre é um assunto tocado nos filmes de Reitman) e desemprego que é um assunto difícil pra se viver e até pra se assistir (vai me dizer que não é de cortar o coração em diversas cenas de demissão , cenas de demissão que merecem respeito todos os atores que atuam com uma naturalidade invejável) e quando o assunto demissão chega ao personagem (ótimo personagem por sinal) de Clooney vemos o quão competente é George Clooney atuando.
Falando em atuação , atuação é um dos grandes fortes do filme temos um George Clooney expressivo e com um olhar meio desolador e uma Anna Kendrick espetacular (jura que é a mesma atriz que faz atua na saga Crepúsculo) e tiro aqui dois momentos de atuações impecáveis de Clooney e Kendrick primeiro é quando eles demitem um emprego que questiona a ambos se eles programaram algum passeio com a família (a cara de desconcerto de Kendrick e Clooney é desoladora) e quando Natalie demite Samuels através da Videoconferência.
Mas uma coisa nas atuações eu não to entendo muito bem porque da grande repercussão ao atuação de Vera Farmiga que pra mim não faz nada de muito extraordinário , é boa mas não isso tudo.
E tecnicamente o filme é ótimo o trabalho de ediçã do filme é digno de prêmio , a trilha sonora é ótima e o trabalho de fotografia é algo que me agradou demasiadamente no filme.

Por fim novamente Jason Reitman consegue me agradar muito contando um filme com uma temática triste mas sempre com um ar esperançoso , amor sem escalas é ótimo !


PS:A cena em que Ryan e suas irmãs ficam sozinho os três olhando um para o outro é tão incômoda , tanto pra eles quanto pra quem assiste.

Update:Desconsidere tudo que disse sobre a atuação de Vera Farmiga nesse filme , entrando em contradição digo que assistindo ao filme novamente e com mais atenção que dá primeira , digo que a atuaçao de Farmiga no filme é a melhor entre todas elas.


Nota:9.7/10

Amor sem Escalas (Up in the Air,2009)
Diretor:
Jason Reitman
Roteiro:Jason Reitman e Sheldon Turner baseado no livro "Up in the Air" de Walter Kim
Elenco:George Clooney , Vera Farmiga , Anna Kendrick , Jason Bateman , Amy Morton , Melanie Lynskey , J.K Simmons , Sam Elliot , Danny McBride , Zach Galifianakis

2 comentários:

  1. E mais um filmaço de Jason Reitman!

  1. leo says:

    concordo totalmente