A Rede Social

Posted: 2 de fev de 2011 by leo in Marcadores:
10


Em uma noite de outono de 2003,Mark Zuckerberg,analista de sistema graduado em Harvard,se senta em seu computador e começa a trabalhar em uma nova e boa idéia.Apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde,Zuckerberg se torna o mais jovem bilionário da história com o sucesso de sua rede social Facebook.O sucesso,no entanto,leva a complicações em sua vida pessoal e profissional.

Acho inválido eu comentar o processo de interesse pelo filme e ainda envolvia diretor e roteirista extremamente competentes,era simplesmente impossível não ficar curioso,ainda mais com uma temática tão atual e que interessa a todos nós que vivemos na geração onde os maiores laços são criados cibernéticamente infelizmente.
O roteiro assinado pelo genial Aaron Sorkin é incrível,meticuloso e com diálogos ao mesmo tempo ácidos e arrebatadores,a direção de David Fincher é uma grande incógnita,quando conferi o filme pela primeira vez achei sua direção um pouco distante e bastante fria,mas após uma revisão,pode ser que toda a frieza tenha sido usada pra favorecer todo um clima criado pelo roteiro de frieza e vazio que acompanha a trajetória de Zuckerberg até o sucesso,se essa era sua real intenção,passou muitíssimo bem sua mensagem.

Tecnicamente,o filme é extremamente competente,sua edição de Kirk Baxter e Angus Wall é espetacular e acompanha a rapidez de raciocínio de Zuckerberg,a trilha sonora de Trent Raznor e Atticus Ross é impressionante,atual e intrigante,seguindo todo o clima de tensão e ambição que paira sobre a trama.
As performances do filme são meio termo,Jesse Eisenberg acerta em cheio na complexidade do personagem e faz de tudo para o personagem parecer antipático,mas nunca como o vilão,nos fazendo compreender o que motiva sua decisão,Armie Hammer é somente ok,não impressiona,mas também consegue segurar o fardo de fazer personagens gêmeos,Justin Timberlake como ator é um cantor incrível (que aliás tá na hora de voltar),Rooney Mara faz aquilo que acho o mais incrível em atores,quando em somente uma cena consegue transmitir todos os sentimentos de seus personagems (coisa que já vi Penélope Cruz,Ralph Fiennes,Robert Duvall,Ruby Dee,Beatrice Straight,Patricia Clarkson fazendo muito bem) e Andrew Garfield está impecável como o compreensível Eduardo Saverin,e extraordinário em sua cena final.

Por fim A Rede Social é um ótimo filme,onde é realmente complicado achar defeitos,mas que não me completou por completo,mesmo que essa tenha sido sua impressão.


Nota:9/10

Sinopse retirada do Site Adoro Cinema

A Rede Social (The Social Network,2010)
Diretor:David Fincher
Roteiro:Aaron Sorkin
Elenco:Jesse Eisenberg,Andrew Garfield,Justin Timberlake,Rooney Mara,Armie Hammer,Rashida Jones,Brenda Song,Max Minghella

10 comentários:

  1. Vou rever quando sair em DVD. Mas o meu favorito do Oscar deste ano é mesmo 'Cisne Negro'!

    []s

  1. Kamila says:

    "A Rede Social" é um grande filme. Um excelente estudo de personagem, um filme que é extremamente atual. O cinema sóbrio e competente do Fincher em seu ápice.

  1. Weiner says:

    Acho que The Social Network é um filme de roteiro mais que poderoso, algo retumbante até. Aaron Sorkin merece o Oscar sem nenhuma dúvida, e não me entristeceria se os atores do filme (Andrew Garfield e Jesse Einseberg) também saíssem premiados. Porém, a direção de Fincher não me agrada em nada: é uma coisa completamente descartável, que não se impõe; aceita apenas que o roteiro e as atuações deem conta da história.
    Infelizmente The King's Speech está cutucando o longa, e certamente A Rede Social não leverá os Oscars que merece. Óbvio, prefiro Black Swan, mas este já é carta fora do baralho.

  1. "...mas após uma revisão,pode ser que toda a frieza tenha sido usada pra favorecer todo um clima criado pelo roteiro de frieza e vazio que acompanha a trajetória de Zuckerberg até o sucesso..."
    Aleluia!!! Alguém finalmente entendeu a questão! Li e ouvi um monte de asneiras com relação a direção do filme. Parece que ninguém entendeu que o verdadeiro nome e homem por trás de A rede Social é Aaron Sorkin e não Fincher (e o próprio disse em seu discurso no Globo de Ouro que achou estranho ter sido escolhido já que o projeto "não tem a sua cara"). Fincher entendeu que o que tinha que ser valorizado era o roteiro e interviu de forma muito discreta. Infelizmente entenderam como um trabalho convencional e formulaico. Que dificuldade, hein?
    Eu gostei muito do filme e o fato de ser Zuckerberg fica em segundo plano. Em sua essência, o filme não é sobre o Facebook. Fala sobre escolhas, amizade, as consequências de nossos atos e que insegurança, baixa auto-estima e ego ferido podem ser armas letais.
    Alguém pode explicar isso para os detratores de plantão (que não entenderam patavinas)?

  1. Sobre o filme ser frio, achei que ajudou para compreender o que realmente aconteceu, ele fala com o público atual. O elenco está ótimo, com destaque para Jesse e Andrew. ;)

  1. É um bom filme, nada mais do que isso.

  1. Inesquecível. Torço para que abocanhe o Oscar da monarquia inglesa =)
    um dos melhores de 2010, mas ainda fico com a grandiosidade da Pixar.

    abs

  1. Filme chato, superestimado. Nada mais! O tom verborrágico não me empolga, irrita.

    abraço!

    ps: "Cisne Negro" que merece o oscar de filme e direção, ao meu ver!

  1. escelente filme!

    http://filme-do-dia.blogspot.com/

  1. É um ótimo filme, mas, não gostei tanto quanto a grande maioria. O roteiro merece todo o crédito, e o Garfield (*---*) realmente está ótimo! OSCAR de direção já é do Fincher ;D